Saiba como cuidar do sorriso na melhor fase da vida

Os anos passam, mas os cuidados com os dentes devem ficar.


O aumento da população idosa é bastante expressivo, e à medida que uma pessoa envelhece começam a surgir vários problemas de saúde. Muitas vezes a pessoa é acometida por diversos problemas bucais, como a xerostomia (boca seca), cáries de raiz, problemas nas pontes/próteses totais, doenças periodontais, lesões da mucosa bucal (candidíases, leucoplastas, etc.), câncer bucal, etc. A utilização de medicamentos também é bastante constante nessa fase dependendo da qualidade de vida do idoso, e alguns podem ter efeitos colaterais que influenciam no surgimento de alguns problemas bucais.


Outro fato é que com o envelhecimento, há chances de que a gengiva comece a retrair e isso faz com que os dentes pareçam mais longos. Esse processo irá começar a expor a raiz do dente, podendo causar um maior risco de cáries, a chamada “cárie de raiz”, e pode causar uma hipersensibilidade da dentina. Neste caso, a realização de uma higiene bucal diária perfeita, incluindo escovação e uso de fio dental, mais os tratamentos regulares com flúor, podem ajudar o idoso a ter dentes mais resistentes à cárie e podem auxiliá-lo a aliviar a dor associada aos dentes sensíveis.


O cuidado com a saúde bucal do idoso deve ser bastante intenso devido a todos esses fatores e também devido ao fato de que com a idade ele pode ficar também cada vez mais dependente dos cuidados de outras pessoas.

0 visualização

personalizado por: agenciavela.com.br

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon
WhatsApp logo.png